viernes, 22 de octubre de 2010

Para todos que estan solos

Illustration by Ken Crane

Español

Una rosa que deseaba la compañía de las abejas, pero ninguna se le acercaba.
A pesar de todo, esta flor aún era capaz de soñar: Cuando se sentía sola, imaginaba un jardín cubierto de abejas, y que todas venían a besarla. Y conseguía resistir hasta el próximo día, cuando, una vez más, abría sus pétalos.

-¿No te sientes cansada? –pregunto otra rosa.
-No. Tengo que continuar luchando.
-¿Por qué?

-Porque si no me abro, me marchito.

English

A rose longed for the company of the bees, but none would come to her.
Even so, the flower was still capable of dreaming. When she felt all alone, she would imagi­ne a garden filled with bees that came to kiss her. And so she managed to resist until the next day, when she opened her petals again.

“Aren’t you tired?” another rose asked her.
“No. I have to go on fighting.”
“Why?”

“Because if I don’t open up, I wither.”

Portugues

Uma rosa desejava com a companhia das abelhas, mas nenhuma vinha até ela.
Mesmo assim, a flor ainda era capaz de sonhar. Ao sentir-se só, imagi­nava um jardim coberto de abelhas, que vinham lhe beijar. E conseguia resistir até o próximo dia, quando tornava a abrir suas pétalas.

- Você não está cansada? – perguntou outra rosa.
- Não. Preciso continuar lutandor.
- Por quê?

- Porque, se eu não me abrir, eu murcho.

Por Paulo Coelho

No hay comentarios.: